Crosta Láctea

Know-What-to-Expect-on-a-Newborn's-Skin-Step-6

Aqui está um problema que, apesar de não incomodar o nosso bebé, deve ser tratada e vigiada porque pode dar origem a inflamações.

A crosta láctea (dermite seborreica) são pequenas escamas oleosas e amareladas mais ou menos dispersas pela pele (especialmente no couro cabeludo e, mais raramente, nas sobrancelhas e pestanas ou noutras partes do corpo). O bebé não sente comichão ou desconforto apenas sente mau estar se a zona acfetada inflamar

O aparecimento da crosta láctea não se deve a motivos de higiene do bebé. A incidência da crosta láctea é maior nas primeiras semanas de vida e em geral crosta tende a desaparecer durante o primeiro ano de vida.

Hoje falamos de alguns cuidados simples que podem ajudar a manter o bebé confortável e a reduzir a propagação da crosta láctea para outras áreas do corpo do bebé:

  • Seque muito bem a pele do bebé sempre que toma banho ou o limpa.
  • Evite vestir em demasia o bebé (por norma, aconselha-se vestir mais uma peça do que o adulto), vestindo roupas que deixem a pele respirar.
  • Nunca removam com a ponta da unha pois aumenta o risco de infecção.
    Aplique um óleo emoliente (óleo de amêndoas doces) cerca de 30 minutos antes do banho do bebé para a amolecer a crosta. Lave delicadamente as zonas afectadas para retirar o óleo.
  • Depois do banho, escove o cabelo com uma escova de pelos macios e seque suavemente a pele. Aplique um creme emoliente para proporcionar conforto e hidratar a pele.
  • Se a crosta láctea persistir e as zonas afectadas apresentarem sinais de infecção (vermelhão) recorra ao seu médico para que observação e orientação sobre o tratamento mais adequado.
  • Quando experimentar um tratamento, espere pelo menos três dias para ver se produz efeito antes de tentar outro tratamento.

Há também champôs próprios para ajudar a tratar e a prevenir o reaparecimento da crosta. O nosso Glambaby usa o champô em espuma da Mustela e tem ajudado bastante.

02184_z

Advertisements