Sou Mãe | Perceber o Percentil

bebé balança

Depois de sermos mães passamos a ouvir imensas vezes que, o nosso bebé está no percentil 15 ou no 50. Claro que, para mães de primeira viagem, a pergunta a seguir é: Isso é bom ou é mau?!

Hoje vamos tentar esclarecer um pouco isto do percentil.

Normalmente o médico de família ou o enfermeiro avalia o nosso bebé registando o peso, o comprimento e, vendo pela sua idade, define o seu percentil.

O percentil mais não é do que uma medida estatística, que demonstra em que posição se coloca o bebé em relação à distribuição normal do que se está a avaliar.

Por exemplo, em relação ao peso, dizer que o bebé está no percentil 50 quer dizer apenas que metade das crianças saudáveis do mesmo sexo e idade tem um peso acima e outra metade tem um peso abaixo.

O mesmo se passa com o percentil 15, que significa apenas que 15% das crianças saudáveis (é importante realçar este aspecto, saudáveis) do mesmo sexo e idade tem um peso igual ou inferior ao observado.

No meio disto tudo, estar num percentil abaixo do 50 não significa nada de grave ou anormal, muito menos que tem peso a menos. A adequação do peso ao comprimento é feita exclusivamente pelo índice de massa corporal (IMC) e não pelo percentil isolado do peso.

Isto tudo para dizer que, nenhum valor isolado de percentil é, por si só, significado de preocupação. O importante é controlar a evolução do valor ao longo do tempo, para perceber se um bebé que está num determinado percentil se mantém mais ou menos estável.

É aí que entra a importância do percentil, verificar que a evolução do bebé é mais ou menos harmoniosa, ou seja, um bebé magro tem direito a ser magro, desde que aumente de peso de forma suficiente para manter o seu percentil. O mesmo se passa para os bebés que são mais altas ou mais baixas…

A preocupação entra quando há uma descida no percentil ou uma subida significativa, estes casos podem ser um sinal de alerta.

Concluindo, a principal utilidade do percentil é perceber os bebés estão a evoluir bem com o passar do tempo, ou seja, se o peso e o comprimento aumentam o que devem consoante crescem e se vão desenvolvendo.

Sempre que tenham alguma dúvida em relação à evolução do vosso bebé, perguntem a quem sabe, ou seja, ao vosso médico e/ou enfermeiro.

Anúncios